Mostra exibe panorama sobre erotismo

Entre os dias 18 de março e 02 de abril, a Cinemateca apresenta, em parceria com a Fap-Unifesp, a mostra Erotismo no cinema brasileiro.

Como uma arte visual, o cinema sempre esteve tomado por imagens do erotismo. De registros caseiros ainda no período silencioso até a comercialização no ciclo pornográfico, o cinema erótico carregou estigmas e preconceitos, representações por vezes grosseiras e machistas, mas, como outros gêneros (o horror, por exemplo), é tomado de invenção, criatividade e poder de sugestão.

A mostra exibe 17 filmes e destaca clássicos, como Ganga Bruta, O menino e o vento, Anjo do lôdo, raridades, como Nos embalo de Ipanema, Ariella e Quando a noite acaba (Perdida pela paixão) e um dos filmes mais conhecidos e inventivos de Carlos Reichenbach, A ilha dos prazeres proibidos, que será exibido em nova cópia 35mm produzida pela Cinemateca em 2016.

Para maiores informações da mostra acesse.

A programação completa está em nosso calendário.